quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

A bailarina a ser bailarina...


Olha! Não é que estão todas deitadas para o lado errado! Só a bailarina é que está certa :D




Do Natal...

O Natal viveu-se por cá com muita alegria e entusiasmo!

A bailarina nunca pediu nada nos Natais anteriores. Aliás nunca a incentivamos a pedir nada. Quanto muito pediu um presente, o que para ela é qualquer coisa embrulhada em papel com um laçarote. Não interessa o que lá está dentro, desde que tenha papel para rasgar, é uma menina feliz.

Este ano, no alto dos seus 3 anos e cansada de ser bombardeada com a mesma pergunta: "O que vais pedir ao pai natal?" lá se decidiu a pedir alguma coisa...

Não pediu uma boneca, não pediu um livro, nem sequer um brinquedo daqueles que dão a toda a hora na televisão [e que ela sabe de cor a músiquinha que entra logo no ouvido]... Mas quando lhe disseram que tinha de escrever ao pai natal a pedir um presente ela lá decidiu pedir um... javali.

E então foi obrigada a ouvir dezenas de vezes a mesma reação dos adultos quando ela dizia que queria um javali. Primeiro a gargalhada, a risota, depois as perguntas: "mas para que queres um javali? queres de javali de verdade, ou um de brincar? mas não podes ter um javali!" 

Enfim,... Depois de muito do mesmo, começou a não querer responder mais à pergunta e outras vezes mostrava-se envergonhada quando o dizia...

Alguém lhe sugeriu que deveria pedir antes uma barbie, e ela para grande prazer dos adultos lá começou a pedir um javali e uma barbie. Assim, acabavam as perguntas e pronto! Nem sei se ela sabia bem o que era uma barbie. LOL

No natal, lá recebeu um javali para pintar, mas não ficou nada entusiasmada com aquilo, porque o que ela queria mesmo era um de verdade para brincar com ele no jardim como brinca com os cães e como brinca com o nosso ouriço cacheiro... Não fosse ele notívago, brincariam mais ainda!

A todos os que por cá ainda tem a paciência de passar, mesmo quando as novidades são poucas e ocasionais: 

Um feliz 2016!!!! 

Beijinhos da mamã e da bailarina :*



sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Os bits de inteligência

Andei a evitar usar o tablet nestas andanças das atividades, já que é uma ferramenta que ela adora e que até já explora sozinha, mas que lhe prende a atenção durante mais tempo do que eu preferiria, no entanto, se bem explorado pelos pais, há aplicações fantásticas para todas as idades.

Esta chama-se Flashcards Portuguese Lesson (Vannala mobile apps). É muito completa, integrando temas como: partes do corpo, animais, alfabeto, números, dias da semana, formas, cores, frutas, legumes e aves.

São bits de inteligência (usados no método de Glenn Doman) que são basicamente cartões com imagens aos quais estão associados um estímulo auditivo, ou seja, a palavra a que corresponde cada objeto). Pretende aumentar o campo lexical, assim como a concentração/atenção.


Esta tem o inconveniente de ser em brasileiro e se quisermos ser picuinhas, na parte da geometria até nem gosto que misturem os sólidos com as figuras geométricas, mas assim mesmo ela gosta e tem algum interesse didático para a idade dela.

Como é difícil de mostar com fotos, decidi partilhar este pequeno vídeo sobre as formas geométricas. 


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Os sólidos geométricos e as construções



Os blocos de madeira são muito versáteis e ela adora-os! No início, quando são pequeninos dá para trabalhar as cores e depois os sólidos geométricos.

Gosto especialmente de lhe perguntar o nome do paralalepípedo, porque a resposta tem sido o "arapipo" e soa incrivelmente bem! :P

Tentei inovar e decalquei com as cores correspondentes algumas formas para ela sobrepôr. Senti-me boa educadora porque até fui buscar inspiração ao método montessori e pi pi pi, e depois de 2 minutos sem sequer ter terminado a tarefa, diz-me que quer é fazer torres! :(


quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Ela e as letras


Hoje o pedido recaiu nas letras. Letras?! Mas não tenho nada com letras para a tua idade!!!

Lembrei-me de uns autocolante que vieram junto com uma mala de plasticina e afins, imprimi uns desenhos e saiu uma atividade com letras!

L de lua
P de pão
M de mala
...


terça-feira, 18 de agosto de 2015

Livros de atividades

O que mais se ouve lá em casa por estes dias é...

- Mamã, vamos fazer uma atividade, por favôoooo...

[Agora nem que eu queira, me consigo livrar da atividade diária]

Haja números para ligar e autocolantes e há uma menina feliz!



Este livrinho tem várias atividades e custa pouco mais de 2€. Comprei-o na book it. Vale a pena!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

As aguarelas


Ela adora pintar com as aguarelas e por vezes é difícil convencê-la a usar outros modos de pintar. São perfeitas para grandes superfícies e para quem tem pouca paciência para preencher todos os espaços em branco.


 Hoje a novidade foi usar a esponja.


Agora já temos mais uma peça de fruta para juntar às anteriores.

domingo, 16 de agosto de 2015

Delinear...

Talvez seja precoce este tipo de atividades para a idade dela, mas ela adora passar por cima dos picotados! Fica tão concentrada! Coloca a cara quase em cima da folha de papel a delinear :)

Usamos lápis de cera porque me pareceu mais fácil. Para a próxima acho que amplio mais a imagem para não ser um trabalho tão delicado.

Antes de começar a atividade, passei-lhe o dedo indicador pelas linhas e ela aproveitou para andar pela sala a saltar, imitando os saltos dos animais. Entretando escrevi o nome dos animais como ela os pronuncia atualmente. É sempre uma boa recordação.

sábado, 15 de agosto de 2015

Os ecopontos e a reciclagem

Esta atividade fez-me perceber o quanto eles aprendem observando.

Desde sempre nos viu a reciclar e vai sempre connosco, ajudando na tarefa de distribuir os resíduos pelos ecopontos. Nesta folha, conseguiu identificar quase todos os ecopontos corretos para cada objeto sem ajuda! ;)


Esta pequena ficha permite explorar a oralidade, estimulando-os com perguntas sobre o material de que é feito cada objeto e qual o ecoponto onde deve ser reciclado.

Por baixo de cada objeto escrevi o nome de cada um. Isto é importante porque ela apercebe-se que a cada palavra corresponde um símbolo escrito.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Os dias da semana

O interesse dela pelos dias da semana é inegável.
Começou com a escolarização e em apenas 2-3 meses já começou a identificar a terça-feira como o dia da música, a sexta-feira como o dia da ginástica, o sábado e o domingo como os dias de brincar com os pais.

Não é propriamente uma atividade para ser feita num dia, mas todos os dias, logo pela manhã. 
A estrela é amovível. 
O código de cores é importante porque como não lê, acaba por identificar o dia pela cor.

O quadro foi todo plastificado para ser durável.


Enquanto eu fazia o quadro, aproveitei os restinhos de papel que iam sobrando e dei-lhe um tubo de cola de baton. Recortou e colou os pedacinhos coloridos numa folha branca. Tão simples e tão satisfatório para uma menina de 3 anos.


Ideias para outras atividades:
- Deixei o quadro mais comprido do que o necessário, para mais tarde, se quiser, acrescentar o tempo que faz (clima). Basta fazer um sol, uma nuvem cinzenta, uma nuvem com chuva e fico com duas atividades diferentes para o mesmo quadro.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

As cores e os puzzles


Além de explorar as cores e obviamente a motricidade fina, dá para explorar vários objetos, entre os quais animais, frutas e legumes, meios de transporte, etc.


Aproveitei ainda para explorar algumas questões sobre a lateralidade, perguntando:

- Essa peça vais encaixá-la no lado diteito ou no lado direito?

ou

- Vais colocá-la em cima? Em baixo? No meio?

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

As férias e a escola

Com a bailarina em casa a dizer [a toda a hora] que quer ir para a escola e que tem muitas, muitas saudades, lembrei-me de lhe preparar pequenas atividades diárias que lhe façam lembrar a rotina escolar. Estou a pensar em atividades de pré-leitura e de escrita (fiz este ano uma formação bestial nesta área e tenho muitas ideias) de desenho e ilustração, pintura e modelagem, recorte e costura e sei lá mais o quê!!!
A ideia é proporcionar-lhe atividades simples, preparadas com material que haja cá em casa e que lhe proporcionem momentos de partilha em família. Não tenho a pretensão de lhe ocupar mais de 20 minutos diários com estas atividades, até porque o resto do tempo serve para correr lá fora, para andar de bicicleta (que já faz tão bem), de saltar ao pé coxinho, de brincar com os cães, de nadar na piscina, de brincar com os brinquedos que recebeu no Natal e no aniversário e que ainda não tinha explorado, de ver os zanimados (desenhos animados)...

A atividade do dia foi do mais básico que há: usar os lápis de cor para pintar duas peças de fruta. Gosto sempre de incluir as palavras escritas (poder ler manuscrita ou em letra de imprensa). O que ela gostou mais? De afiar os lápis!!! Acho que todos os miúdos adoram essa tarefa ;)


Ideias para próximas atividades:
- Guardar as aparas dos lápis para usar em colagens.
- Juntar mais frutas e fazer um póster de frutas.

E vocês, como fazem para entretar as vossas crianças?

terça-feira, 2 de junho de 2015

Antes de dormir...

Daquelas coisas que ouvimos durante semanas a fio, quiçá meses, e achamos que nunca nos vamos esquecer até que eles crescem, deixam de fazer e depois esquecemos mesmo...

Todos os dias quando lhe lemos a história antes de ir para a cama, é ela que assume a leitura do título. Com o dedinho indicador aponta invariavelmente para cada uma das letras da direita para a esquerda:  A, C, U e R. 
Ainda se baralha na questão do sentido da leitura, mas a lengalenga é sempre a mesma:

A miúscuo (minúsculo)
C de cão
U de ãmbela (umbrela, guarda-chuva em inglês)
R de Ruca e de pai (O pai chama-se Ricardo)


domingo, 3 de maio de 2015

Bailarina na escola

    
  Para a minha bailarina:

     Como é possível que em tão pouco tempo tenhas crescido tanto e feito tantas aprendizagens? A verdade é que custa um bocadinho ver que já não precisas de nós para sobreviver. No primeiro dia entraste na escola e nem olhaste para trás. Pedimos-te um beijinho e deste-o rápido para correres para os teus novos amigos. Nesse dia só eu fiquei de coração apertado. Tu ficaste de coração cheio, cheio de alegria e felicidade! Há tanto que pedias para ir...
     A educadora diz que foste muito bem recebida por todos e mostrou-se espantada pela tua reação no teu primeiro dia. Criaste logo laços com os adultos e ouviste tudo o que te explicaram. Brincaste com todos os meninos e todos gostaram imediatamente de ti. A educadora explicou que é raro ver um menino reagir tão bem no seu primeiro dia, principalmente por teres sido integrada já no final do ano letivo. O único momento em que ficaste incomodada foi quando tiveste que voltar à sala e não querias! Querias muito ficar mais um bocadinho a brincar no recreio na casinha grande.
       Algumas semanas depois comes e bebes sozinha [Não imaginas quanta roupa tenho para lavar todos os dias! Nunca fui tão feliz a lavar e a passar roupa quanto estes dias :)]. E o melhor de tudo é que já demonstras vontade de experimentar alimentos novos.
      No primeiro dia havia uma fotografia de todos os meninos no quadro de presenças. A educadora explicou que durante toda a manhã correste para o quadro para ver se já estava lá a foto que te prometeram colocar. "Obrigaste" a que a colocassem no próprio dia... hihihihih
      Adoro ouvir os adultos dizerem como gostas de aprender as regras e as novas rotinas. Adoro o entusiamo com que nos recebes todas as tardes quando te vamos buscar. Adoro aquele abraço e aquela gargalhada nervosa e as lágrimas nos teus olhinhos de tão feliz que ficas por nos receber. Adoro ouvir todas as histórias que recontas do que fizeste durante o dia. É que não paras de falar durante todo o caminho até casa. Contas, explicas, cantas e fazes os gestos que fizeste com os meninos. É, para mim, estranho saber que aprendes tanto e que absorves tudo com tanta rapidez.
     Assitiste à tua primeira aula de música e uma semana depois ainda sabes cantar: "Sapo, sapo, sapo, à beira do rio... humm humm hummm,... frio!" Pedes-me para cantar contigo e fico triste por não saber. Sinto que estou a perder um bocadinho... Mas sei que estás a crescer e a tornar-te numa menina tão feliz!!! Adoro-te filha <3
      Amanhã vou contigo à festinha do dia da mãe! Sei que tens uma surpresa para mim, já mo disseste, mas a melhor surpresa de todas é poder partilhar contigo cada momento do teu crescimento!!! Amanhã vai ser um dia especial para nós. Não é todos os dias que podemos estar juntas na escolinha.

Beijinhos grandes da mamã.

 
Feliz dia da mãe a todas as mães que nos leem!!!


quarta-feira, 15 de abril de 2015

:)

A sanita lá de casa está assim! E os motivos são os melhores... O desfralde vai de vento em popa e completamente controlado durante o dia. 

 

De noite ainda dorme de fralda, mas na sesta (que ultimamante já nem tem feito) a fraldinha fica seca. 

Hoje, na escola, dormiu sesta sem fralda e correu sem percalços.
A terapia caseira e o reforço do laxante está a surtir excelentes resultados.

Um "autocoante" por cada cocó que faz tem sido a motivação externa que melhores resultados tem tido e a ida à sanita não tem sido tão penosa. Não me lembro de haver cocó dia sim, dia não, por isso estamos muito satisfeitos com as conquistas dela [ nem que sejam conquistas de cócó... LOL]

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

As molas

Sabem aquela fase em que eles só querem fazer as tarefas que nós fazemos?

Pois que quer lavar a loiça, estender a roupa, lavar o chão, fazer um bolo, enfim... Quando estou a estender a roupa pendura as molas em todas as peças que consegue chegar!

O filme é de ainda há pouco :)

 - Ó filha, conta as molas!

video


PS - As molas da roupa são carinhosamente apelidadas por ela de "quacos".
       Os "quacos" abrem e fecham a boca e fazem "qua" "qua"!!! LOL

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Aos quase 3 anos - random

Quando já pensavamos estar na fase do desfralde noturno, eis que está tudo de pernas para o ar!

Há uns meses atrás (penso que por volta de novembro) fomos "obrigados" a dar um passo atrás na questão do desfralde que estava (esteve) completamente feito durante o dia.

Agora voltamos à luta, mas a questão psicológica continua a pesar e muito. A obstipação e as fissuras que fez criaram-lhe aversão não só à sanita mas ao acto de defecar pelo que até o chichi passou a reter. Enfim, tem sido complicado... Temos feito alguma terapia caseira com bonecos, livros, etc, mas chegamos mesmo a ponderar a terapia por profissionais dada a situação ter estado tão descontrolada...

O laxante diário e sistemático, as sementes com fibra em todas as sopas, os iogurtes probióticos, a ingestão de bastantes líquidos são preponderantes e assim mesmo as dejeções estão longe de ser regulares e agora voltaram a ser feitas na fralda. (Desde os 4 meses que não usava fralda para o cocó).

Continua muito seletiva com a alimentação, principalmente com a fruta que tão bem lhe fazia para esse efeito... Come maçã com casca e tangerina. Rejeita todas as outras a não ser que sejam esmagadas ou cozidas e mesmo assim é com enorme sacrifício que conseguimos com que coma. Até tenho optado pelos pacotinho de fruta de compra porque os vai comendo melhorzinho.

Gosta de carne e de peixe (no outro dia pediu-me frango cor-de-rosa, leia-se salmão ehehehe) e de vez em quando uma garfada de arroz também, mas pouco mais. Continua a beber o leite adaptado. Optámos por fazer este leite até aos 3 e só depois passar para o leite de vaca.

Não prova um bolo, uma bolacha mais adocicada, um pão! Só gosta de tostas com manteiga, de bolachas de água e sal e às vezes bolacha maria, mas não passa sem a sopa. Adora a sopa. A par dos iogurtes sólidos ou líquidos com polpa de fruta, são as refeições preferidas. Fora a sopa e os iogurtes, bebe leite 2 vezes ao dia e fica por aí.

Continua magrinha, mas felizmente com saúde. Por falar nisso já não vamos ao pediatra há um tempo e estou ansiosa para a pesar. Medir agora é mais fácil. Está a medir 92 cm, ou seja, além de magrita, continua pequenina :)


domingo, 25 de janeiro de 2015

Objetivo de 2015

Este ano começou com muitos mimos na nossa casa melhor :) 
[Assim passou ela a chamar à nossa do norte!]

O Natal soube a mel no meio dos nossos amigos e familiares. Houve tempo para repor as energias e para a ver sorrir por pequenas coisas que não valorizamos quando estamos na nossa casa, mas que se amplificam quando estamos longe!

Em Janeiro, lá vieram as resoluções que este ano ficaram apenas reservadas a trazer mais experiências de aprendizagem para ela.

Para o primeiro mês do ano tracei um objetivo pequenino, pequenino que se veio a concretizar ainda em meados do mês: fazer com que a bailarina aprendesse a beber pelo copo.

Todos os amiguinhos dela fizeram essa aprendizagem há imenso tempo, mas a bailarina nunca se mostrou disponível para aprender e eu sempre respeitei a vontade dela.

Agora que já consegue, está radiante e orgulhosa dela mesma! :)